domingo, 26 de julho de 2009

É... Veja bem, está difícil...


Nem sempre as coisas saem como agente planeja. Nem sempre aquela força interior imensa se revela nos momentos mais necessários.

Pois é, difícil falar no passado (ele) algo que está tão presente (ainda). Mas começar a enxergá-lo exatamente como ele é, e que simplesmente ele não lhe quer em sua vida da mesma maneira que gostaria de tê-lo na sua, é um passo primordial para a superação. É difícil e doloroso, mas tenho fé de que encontrará a pessoa certa para você.

Pense bem, você merece alguém que você não precise se controlar para ligar, (pois ele ficará muito feliz de ouvir sua voz), que você não precise se anular e ser artificialmente perfeita para ele, apenas para ter a chance de vê-lo.
A gente faz isso né? É cada uma... Mas veja bem, não estou lhe julgando, pelo contrário. Já passei por isso e fiz pior, rastejei feio. Quer saber como foi? Bom... Vamos lá, tudo para você sentir-se melhor.
Ele disse que não ia dar para me ver naquele dia, pois ele tinha o aniversário de um amigo e depois um casamento no interior (eee vida agitada) ao invés de eu fechar a minha boca e aceitar essa desculpa esfarrapada indaguei:


- E porque você não me leva?

- Porque eu quero ir sozinho.

Depois desse “tapa na cara” fiquei calada, e ele também. Foi um silêncio revelador de humilhação, para que caso eu não tivesse me humilhado o suficiente implorando para vê-lo, e a resposta não tivesse sido tão curta e grossa, o silencio viria e cumpriria seu objetivo, aniquilação total.

E exatamente naquele segundo eu percebi. Percebi o quão idiota eu estava sendo e não liguei mais para ele, e adivinha só. Ele muito menos.

Coloquem uma coisa na cabeça de vocês. Se eles querem, eles correm atrás. E se não querem não adianta você rastejar, ser perfeita, compreensiva. Isso não mudará as coisas. Ele continuará sendo a porcaria de homem e você continuará sentindo-se uma porcaria. O diferente é que a partir do momento em que eu comecei a enxergá-lo exatamente como ele é, fraco, infantil, preso a uma vida de prazeres vazios, mentiroso e sem vergonha na cara (estou trabalhando a parte do rancor..rs) a "graça" foi acabando.

Sendo assim. Ao invés de ficar atrás de alguém que você no âmago do seu ser sabe que não é para você. Lave o rosto, e vai andar. Vai sair conversar, e até mesmo comprar um livro (Recomendo devido às circunstâncias “Ele simplesmente não está afim de você”).

Sair da fossa-sofá é primordial para a recuperação... Acredite em mim, vai passar.

3 comentários:

  1. amigaaa

    vc está escrevendo cada dia melhor e mais engraçado ! ri muito..fora a ajuda que vc seguramente dará a quem está passando por situações semelhantes !

    parabéns, amiga =D

    ResponderExcluir
  2. Tenho que comentar, o tapa na cara foi tenso mas com certeza nos ajuda á "acordar". Foi assim comigo, me decepcionei com as atitudes e descobri o quão criança ele é. Lógico que meu coração é idiota e teima ainda em sentir algo por esse infeliz, mas rastejar pra ele? Jamais!!!

    E parabéns Lari, seu blog está perfeito =]

    ResponderExcluir
  3. vc não me conhece mas andei lendo seu blog e me mostrei pra minhas amigas...elas ADORARAM!!! achei seu blog pq estava pesquisando sobre o livro "pq os homens amam as mulheres poderosas?" e ai ele apareceu!

    virei fã! me identifiquei com boa parte do que está escrito....ai te procurei no orkut!

    bjs

    ResponderExcluir