quinta-feira, 4 de junho de 2015

"Só sexo"...





Eu sei que é "só sexo"... Ou teoricamente sei... É difícil pensar que seja assim quando deito no seu peito e vc beija minha testa e faz carinho no meu cabelo. Adoro como você me trata, até quando me irrita (mas acho que isso não vou assumir para você), me sinto como se de fato finalmente alguém reconheceu que sou especial. 
Como posso achar que é "só sexo" quando você me faz rir só com aquela cara de bobo e fala que estou muito saidinha? Ou então a forma como me sinto à vontade para falar sobre tudo e expor a minha opinião sincera sem medo de "ganhar ou perder" pontos com você. 
Encontrar a parte boa nessa nossa "brincadeira" é fácil, porque são muitas coisas que eu facilmente classificaria como boas, desde a forma como se preocupa em pegar na minha mão sempre que pode (aquela história da minha amiga te marcou né?), até a vontade e a segurança que você me despertou em fazer coisas que eu nunca tinha feito (e gostar!! 😳 cara de choque forever). 
Me diz uma coisa, é brega eu perguntar se quando é "só sexo", eu posso sentir saudade? Ou eu tenho que te classificar como um vibrador que tive a sorte de achar, e posso "usá-lo"(detesto essa palavra) em parcelas gratuitamente? 
Me ensina a fazer aquilo que você gosta, e também me ensina a controlar meu coração e mente para não pensar em você todos os dias. Será que você sabe o tipo de mulher que eu sou? Será que você imagina o quanto foi fácil me revelar e me testar para você? Se fosse "só sexo" eu não teria sido capaz de me abrir para vc (literalmente) na nossa primeira vez, porque desde o segundo que te encontrei eu sabia que não era mera coincidência, eu senti. Será que você sentiu? Será que eu posso te contar o quanto gosto de estar junto com vc, ou vai me descartar? Ou será que já descartou? 

domingo, 3 de março de 2013

mulheres pombas

Pois é mulherada, hoje a bronca é para vcs!!!
Se você não é uma "mulher pomba", na certa ja foi. É aquela mulher que se contenta com migalhas... Dói né? Eu sei... Mas por isso mesmo, é uma atitude inaceitável...

Por exemplo, o gatinho que vc ta de rolo, some o fds todo e domingo a tarde resolve lembrar que você existe (bate a carência né)... Por mais que ele tenha as peguetes dele, homem sabe diferenciar os tipos de mulher..e embora ele curta vc, ele vai ter as fãs dele... No começo de relacionamento, quando ta na fase ficante, ok é aceitavel (não me desce mas é aceitável). Enfim, o bofe gandaiou bastante e domingao a tarde resolveu "te ver", uma saidinha besta, sem nada programado, horario marcado, NADA... Isso significa: te ver = matar a carência com uma mina que eu sei que me curte, dar uns amassos e ir pra casa descansar para segunda. Isso é desrespeitoso! Falta de cuidado, de valor.
Pode até acontecer de surgir um programa e ele te convidar assim, em cima da hora...
Mas se ele já deu o gato, é safado e tem várias, minha amiga coloca esse cretino no LUGAR DELE. 
Como? Simples assim, ele te chama para conversar "Oi Linda, tudo bem?" responda no sangue frio "Sim, e com vc?", "também, o que ta fazendo de bom?", "me arrumando, te chamo mais tarde, bjs". E é OBVIO que vc nao vai chamar. Assim como ele não lembrou da sua existencia queridinha, você vai esquecer a dele. Não digo que ele seja uma má pessoa, só está muito mal acostumado. Cabe a você coloca-lo no lugar dele e analisar se ele merece msm passar um minuto sequer ao seu lado.

sábado, 12 de janeiro de 2013

Você ganhou.....UM BOLO!!!!!!!!


Tan, dan dan dan... Tan dan dan dan... Bom, antes fosse um bolo de casamento... To falando daquele bolo. Sabe qual? Aquele que a gente nunca quer levar na vida, e quando levamos...hmmm é pior do que torta na cara... Até hj só levei um bolo master (Deus é pai!). E foi doloroso em? Pqp, só de lembrar bate aquela revolta... Baita falta de respeito, quem faz isso com a gente tinha que mandar barras de ouro para pedir desculpas (e a gente não desculpar, claro). Só quem já levou, sabe do que estou falando. Vou contar o meu bolo, e o que eu deveria ter feito (e não fiz). Eu não sou perfeita, já levei muito na cabeça e eu era realmente uma TONTA. Vou contar aqui não pq gosto de expor minhas desgraças, mas sim, para que vc caso passe por isso, se arme e não se magoe como eu me magoei (para falar a vdd não ligo de me expor, se ajudar vc a não sofrer igual, to no lucro).
Bom, eu era mais nova, mais besta, mais inocente, mais magra (bons tempos!), e ai tinha marcado de sair com um namoradinho, vulgo ficante. Minha família ia viajar para Campos, e eu deixei de ir para poder sair com o bofe (ERRO NÚMERO UM, JAMAIS ABRA MÃO DOS SEUS COMPROMISSOS PARA SE ENCAIXAR NA AGENDA DO CARA). Só por cometer este erro eu merecia me fu msm... Continuando, lá estava eu, sabado de manhã, sozinha em casa, já sonhando com o encontro...Imaginando esmalte, penteado, maquiagem, roupa e etc (a gente é muito besta mesmo), e aí OK, fui andar o dia tava lindo, voltei me sentindo a garota fitness e o dia passou rápido pq fiquei assistindo canal sony, claro com o celular do meu lado, colado na mão. E naaada dele dar sinal de vida...
 
Fiquei naquela indecisão, mando sms ou não mando? Confirmo ou não confirmo? Segundo ponto a se observar, um cara decente e que está ansioso para sair com vc, confirma por sms ou liga no dia do "grande evento". Se o cara não ligar até duas horas antes do encontro, e vc não falou com ele há uns 2 dias, ponto alarmante. Pode ser que ele vá te dar um bolo. Não é uma regra, mas a chance de ocorrer e alta.
 
Afinal o cara que deve estar ansioso para sair com vc e não ao contrário. Se ele não ligar até duas hs antes do encontro, para confirmar a saída no sabado sendo que foi marcado na quinta, e desde entao não se falaram, filha esquece. E foi oq aconteceu. Fiquei naquela indecisão desgramenta até que, liguei (burra). Era umas sete da noite e o encontro era as nove. Ele atendeu coma  voz ja meio bebum, e disse que estava em um barzinho e q iriamos. Ali minhas amigas, eu ja deveria ter dito que estava ligando para desmarcar pq tinha surgido outro compromisso (sem mtas explicações, afinal ele não é nada meu). Veja bem pode parecer radical, mas ele estava BEBADO EM UM BAR... Imagina a situação dele duas hs depois... Eu deveria ter dito que já tinha compromisso, mesmo que o compromisso fosse pedir pizza e assistir O Diario de Bridget Jones...Mas não foi oq eu fiz (infelizmente). Eu me fiz de compreensiva (ERRO NUMERO DOIS não podemos aliviar...Ainda mais no começo senão vira festa e vc vira a reserva), e corri para me arrumar. Coitada de mim. Me lembro até da roupa...Uma calça jeans que modelava bem minha traseira, uma camisa fina de seda roxa escura com alguns detalhes, era digna de novela das 20hs, brincos discretos, um baita relógio chique, maquiagem combinando e o cabelo perfeito. Pois é... Deu 21hs. Eu lá toda ansiosa...Deu 21h20 (ah até ai a gente tolera um atrasinho quando eh besta). Deu 21h40...e assim sucessivamente até as 24hs. Veja bem, hj eu tolero um atraso COMUNICADO de até meia hora, se ele ligar duas vzs dizendo q ta msm atrasdo 40 minutos. Se passar disso e o cara nem ligar, eu levanto e vou fazer outra coisa. Mas naquela época eu era trouxa, bom continuando... Eu no sofá arrumada, segurando o choro. Quando deu esse horário, fui até o banheiro me olhei no espelho e pensei "Vc não precisa passar por isso". Lavei o rosto com o pouco de dignidade que me restava, tomei banho (para sair o perfume), coloquei pijama, e dormi tentando não chorar mais. Foi tenso... E é claro que o safado sabia exatamente oq tinha feito, pq no domingao mandou sms pedindo desculpas. Respondi dizendo mais ou menos isso "Sou nova mas não sou otária. Eu odeio falta de respeito não uso o tempo dos outros portanto não gosto que tomem o meu. De vc nao quero nem amizade". Ai que orgulho!! Forte né? Sempre tive jeito com as palavras (momento "humildade para que?")...E devia ter acabado ali. Mas como a gente é tudo idiota, não acabou.
 
A segunda feira se arrastou, desgraçadamenta. A terça feira já tinha aceitado melhor e achava que já tinha colocado na mente "AGORA ESSE DESGRAÇADO VAI TOMAR NO C*". É nessa fase que a gente apaga o numero dele da agenda para não correr o risco de mandar sms ou ligar...(e dias depois inserimos de novo... burrrraaas!
Na quarta estava dando um treinamento, era depois do almoço quando meu cel apitou, uma mensagem enorme dele. Pedindo desculpas, isso e aquilo que não conseguia parar de pensar em mim bla bla bla....Eu abri o maior sorriso de idiota. A gente cai em cada uma...E o desculpei timidamente fazendo aquele doce. Trocamos sms o dia todo e eu "esqueci" a merda de fds que eu tive graças a aquele pedaço de bosta (sou mto phynna eu sei)... Obvio que não foi só essa vez que ele cagou no pau cmg (meu vocabulário é tão elegante)...
RESUMO DA ÓPERA. O cara já tinha mostrado quem era logo no começo. Eu que me fiz de idiota e não quis enxergar!! Acha mesmo que se o cara ta interessado na mulher, ele vai trocá-la por barzinho e quenga? Óbvio que não. Até um cafageste iria ligar cancelando ou mandar uma sms, afinal não ia querer perder a chance de dar uma carimbada assim. Nem isso ele fez. Eu significava menos do que uma bosta para ele. Se alí eu tivesse cortado ele, e não desse mais bola para aquele fdp, teria evitado diversas situações vergonhosas que aconteceram depois. Homem é assim, eles testam a gente. Querem ver que tipo de mulher nós somos. Se a gente demonstrar que eh mto boazinha, aceita tudo, trouxa, viramos reservas.

Por isso meninas que eu falo, se o cara marcou um encontro e vcs não se falaram há uns dois dias, e ele não ligou para confirmar, se arrumem e saiam com as amigas. Assim quando ele ligar (se ele ligar), vc ta jantando com uma amiga, ou dançando mto e nem viu o cel tocar. Ou fique em casa com aquele pijama manchado e macio que vc tem (será que só eu tenho um píjama manchado delicioso?), peçam pizza assistam um bom filme e pau no rabo dele!! Vc passa a seguinte mensagem "Filhão, tenho vida própria, azar o seu!". 
 
Se ele ligar em cima da hora para desmarcar não demonstre chateação não, diga que não tem problema que vai sair com umas amigas para um barzinho novo e desliga. Se ele perguntar aonde vão diga que vc ainda não sabe aonde fica (vai q o fdp aparece pra confirmar), dá uma de desinteressada "to nem aí", que ele vai ficar com a pulga atrás da orelha. E na próxima vez que ele tentar marcar algo (pq ele vai tentar- isso se ele ainda não te comeu..se comeu não se apavore, ele vai querer de novo), e quando isso acontecer minha querida, vc fala q ja tem compromisso. E aí se ele tentar de novo, vc fala q ja tem compromisso. E aí se ele tentar de novo, e vc quiser pagar pra ver, vc fala a data e a hora que tem disponibilidade e veja se ele liga pra confirmar....APOSTO QUE ELE LIGARÁ...Pq dessa vez ta interessado de vdd...Tipo assim, "nossa que brava, essa se valoriza vamos ver oq ela tem de especial"...E se ele não ligar... Vc já sabe qual é a minha frase né? Pau no toba dele! Seja mais vc.
 
É meninas...O jogo é duro, mas vcs conseguem!!

quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Ouvindo a voz da intuição


Se hj eu olhar para trás e lembrar das situações que passei, fico pasma. Se tivesse ouvido a minha intuição, teria sofrido menos da metade do que sofri. Mas será que se eu tivesse sofrido menos, eu seria a pessoa que sou hj? Talvez com menos cicatrizes, ou traumas, talvez até mais inocente... As vzs até bate uma amargura, pensamos "Como eu fui burra, hoje seria tudo diferente". É perda de tempo analisar o que passou querendo mudar o passado. E válido repensar nas coisas que aconteceram e tentar enxergar a realidade. Por exemplo, hj eu sei que aquele relacionamento que eu tanto me devotei, me estrepei, e não é exagero falar que me estuprei para que desse certo, foi uma ilusão, pasmem, criada por mim. Eu me apaixonei pela ideia do amor. Me apaixonei por me sentir amada, e por supostamente amar alguém que nem existia. Coitado dele, jamais chegaria aos pés do que eu tinha idealizado...Na verdade coitado nada era um baita de um filho da p&¨¨! rsrs Mas é mais ou menos isso...  E nem sempre a vista na verdade é tão bonita quanto a que enxergamos, temos a infeliz mania de enxergar o que queremos ver (ficou redundante mas vc entendeu).

Quando algo acontece, e sentimos um aperto no coração, é a intuição que está tentando lhe guiar... Se quer um conselho, comece a se ouvir mais. Mesmo que ela venha como uma dúvida estranha, escute e enxergue a verdade que quer aparecer para você. Não negue a si mesma a chance de viver algo real, mesmo que seja a dor. Tudo é melhor do que a ilusão.

Nao posso negar que o sofrimento me fez forte, e se tivesse que passar por tudo de novo em troca da sabedoria que ele me trouxe, eu passaria de bom grado. Tudo na vida é aprendizado, se quebrei a cara foi pq a dei a tapa. Hoje ate posso quebrar a cara novamente, mas duvido que seja pelo mesmo motivo que quebrei no passado, e duvido mais ainda que eu vá dar a tapa de novo por algo ou alguém que não prove que a mereça!!
 
 post em homenagem à minha fã fofa Jéssica Sena...Me orgulho em saber que mulheres fortes como vc gostam do que escrevo!!

Meninas, aceito sugestões de posts viu? Me mandem pelo Face!!

E quando quem não quer sou eu?


Nós mulheres somos "cheias" de querer meter o pau nos homens. De falar que nenhum presta, que só querem "festa do caqui" e afins...
E quando a gente encontra um cara que nos trata exatamente como sempre sonhamos em ser tratada? E te idolatra, diz tudo aquilo que você sempre sonhou ouvir, e mesmo assim quando ele fala, você não se emociona. Fica ali, olhando para o nada sem ter resposta. Ahhh isso é inédito. E digo, é horrivel de se passar. A gente se sente uma megera, sem sentimentos, sem coração. E honestamente nos sentimos perdidas. É mais ou menos assim "Ta, e agora?".
 
E agora que em uma situação assim, a sinceridade é a melhor saída. Por algum motivo, há um problema. Algo que te impede de se entregar para ele. Pode ser uma razão interna (SUA, algum trauma ou mudança)  ou externa (diversos fatores NELE - forma de se vestir, se portar, falar, comer - pode acreditar nós analisamos tudo). Se não rolou química ou o bj não foi bom, ou ele fala errado, ou ele se veste estranho, ou ele não e tão bonito, etc etc MASS ele é fofo e te trata bem, (e você está se sentindo uma cretina por não sentir nada por ele), você se encaixa neste post.
 
Parabéns, desta vez você não é a vítima!! É a vaca da história, uhulllll!!!
voltando a questão do, e agora?  E eu respondo, e agora fuuuuuu*&¨%!! (brincadeira não resisti)
 
Como sair dessa cilada? Olha não é muito fácil não...E na boa, ficar com alguém por pena, dó  e afins é injusto demais com ambas as partes. Já aconteceu cmg, o cara gostava tanto de mim, que até me forcei a tentar, quem sabe dava certo, mas a situação só piorou..Chegava uma hora que sair com o cara é um parto. Algo que deveria ser gostoso, já ia com cara de bunda, e quando chegava mal podia esperar para ir embora. Evitava qualquer toque, e economizava beijos. Triste né?. Tem tanto cara no mundo que pode gostar da gente, as vzs ficamos cegas, achando que não vamos encontrar coisa melhor... Esquecemos que relacionamento depende de 2 pessoas, e temos que gostar para dar certo e ser algo justo. 
 
Para você ver, as vezes isso acontece com os caras também... Sabe os possíveis namorados mágicos? É... Aqueles que somem do nada! Não dão explicações, não respondem sms, somem da sua vida assim, feito mágica, pois é! Exatamente isso! Não rolou! É bom para a gente aprender que nem sempre tem a ver conosco...As vezes, simplesmente não rolou, e ele foi muito bundão para falar isso na sua cara!!!! Bom, a parte de quando o cara some, você provavelmente sabe de cor, mas quando a megera é você, há duas saidas, a famosa mágica "PUF" vc some, deixa o coitado com o coração aos pedaços, exatamente o que já fizeram com vc, OUUU a saída mais digna (mas não menos dolorosa), você é sincera com ele e termina o que mal começou. É dificil, porém não é impossível. Basta ser delicada (mas não muito pq senão vc voltará atrás na primeira lágrima que ele derramar- pode acreditar ele vai chorar, ele é fofo lembra?). Seja direta e firme. Tem que abordá-lo explicando que é o melhor para os dois, com base na sinceridade e sentimentos. No caso dele não aceitar e ficar insistindo tente as frases "Você gostaria que eu sumisse? Não te desse explicações do que aconteceu?", "estou aqui para ser sincera com vc, não tem outro cara, gosto de você mas não como deveria", "É o melhor para nós dois, espero que entenda e seja feliz". Se ele insistir muito solte a dolorosa "Você queria que eu ficasse com vc por pena? Podemos ser amigos...", e vá embora. Não caia na tentação de manter contato esporádico que isso não vai ajudá-lo a te esquecer. Tome sua decisão, comunique-o e tire seu time de campo. Funcionou comigo, espero que funcione com vc tb!! Boa Sorte, vai precisar!!

quinta-feira, 18 de outubro de 2012

Fuçar ou não Fuçar, eis a questão!

 
Bom, quem nunca deu uma fuçadinha no celular, e-mail ou facebook, que atire a primeira pedra! Também quem pode nos culpar? Ele está lá, dormindo e roncando feito um porco, com o celular ligadinho em cima do móvel... Tá pedindo por uma fuçadinha ne? Pedindo não, implorando!

Em nossa defesa, nós só ficamos tentadas a levantar em slow motion, e ir devagarinho até o celular, quando o tal do namorado já aprontou alguma no começo da relação (não precisa ser necessariamente traição, mentira e papo furado tb contam). Aí fica aquela sombra pairando, a dúvida cruel, Fuço ou não Fuço? Ai o coração começa a bater mais forte, e a adrenalina vai à milhão. A gente fica se sentindo uma super espiã prestes a descobrir uma verdade universal! Aí quando você fuça, fuça e fuça (sugiro que vá direto às mensagens, depois agenda, e não se esqueça do calendário e das notas- paranóia nivel 10) e das duas uma, ou você pega o safado no pulo, ou da com a cara no muro (rimou).

Se a gente não acha nada de fato grave, gravíssimo, aí a euforia e a adrenalina logo caem para -20, e a culpa fala mais alto. "Ai eu não deveria ter feito isso. Desconfiado sem razão"... Ai você fica encucada, "será que devo contar que andei fuçando?" (sugiro que não, fez a cagada, devolve o celular quietinha e finge que nada aconteceu- a e não repita a dose).

AGORA quando a gente encontra coisa...Xiiiiiiiiiiiiiii o pau vai comer (ou nunca mais vai comer né...- piadinha ambígua digna de jagunço). A verdade é que nossa reação depende muito da gravidade dos fatos. Por exemplo, se foi algo q ele nao te contou e você descobriu, que não envolva traição, nem a cretina safada que treina na mesma academia que a dele (ou qualquer vagabunda siliconada gostosa que ele conheça), você vai gritar xingar etc etc eeeeeeeeeee? em menos de um dia ja está tudo bem.

A famosa fase "Nós conversamos e ele não vai fazer mais". Aí na proxima oportunidade de fuçar o que acontece ? O celular esta com senha. SALCI FUFU.
O segredo meninas, veja bem que essa vale a pena anotar, é não fazer NADA. Nem fazer a cara de nervosa de que está brava com algo e não quer contar para ele, ai ele fica perguntando o que foi e você só fica emburrada...(aquele draminha de chantagem emocional muito utilizado para obter atenção). Como diz minha mãe "SENTA, CALA A BOCA E OBSERVA". Começa a observar mais e falar menos. Seja esperta. Quem sabe você não começa a reparar em certas coisas que antes passavam batidas? Observa e ANALISA se é isso mesmo que você quer para sua vida. Esse é o ponto chave. PARA e pensa se é assim que deseja viver, se ele é o homem que quer para sua vida, ou se você quer muito que seja ele. Tem uma diferença brutal entre o cara SER O HOMEM DA SUA VIDA, e você QUERER QUE ELE SEJA. Pensa bem em qual categoria ele se encontra.

O que deve ser levado em consideração na realidade não é nem a fuçada em si, mas o ato que impulsiona você a pegar algo que não é seu, sem a permissão do dono, por pura insegurança e desconfiança. Agora a pergunta do dia, se ele tem a confiança para entrar rm vc (essa foi phynna), porque diabos você vai fuçar nas coisas dele? Ou ao contrário, se você não confia nele, pq para outras coisas (entrar em vc) você confia? Ou a pessoa é digna de confiança, ou não é. Melhor ajustar os ponteiros.

Aí vem o outro lado do psicológico “Eu não fuço porque quem procura acha!”. Ai te pergunto minha filha, E não é bom achar? Ou você prefere se enganar ate quando?
Maaaaasss aí que está...(em homenagem a minha maior fã Fefa- PAUSA DRAMÁTICA), o que você vai fazer se você encontrar o que procura?

Só quebrar o pau, chorar, gritar espernear e não ter a força necessária para se afastar, não vai adiantar nada. Só vai piorar a sua situação. E um ciclo vicioso se estabelece:

Ele caga no pau > você descobre (afinal mentira tem perna curta) > ele da uma desculpinha safada (muitas vezes nem da desculpinha ta cagando e andando) > você perdoa e se convence de que ele não fará mais = RELACIONAMENTO SEM VERGONHA NA CARA, SEM RESPEITO (chega uma hora que sentimos vergonha de nós mesmas) e COM CHIFRE NA TESTA

Mulher é muito besta. Se o cara pisa na bola e pede perdão se faz de santo, PRONTO! "Perdoar é lindo, divino e puro". Ok querida parabéns você vai para o céu, a catequese valeu alguma coisa, PORÉM, contanto que não custe sua sanidade mental e paz emocional. Se optou por acreditar que ele não lhe magoará mais, OK, perdoe E ESQUEÇA (aí que está o babado, quem disse que dá?- assunto para outro post). 

Mulherada é muito simples. Tão simples que até dói. Se o cara fez merda, é tchau! Não se transforme em uma maluca metida a espiã Carmem Sandiego. Ninguém merece que você mude a mulher maravilhosa que é.  Quando a gente menos espera estamos lunáticas, controladoras, briguentas, e no fundo, sabemos muito bem quando eles aprontam. Se vai fuçar, ja tenha em mente o que quer para você e qual decisão vai tomar. Basta querer enxergar vai!!!

sábado, 29 de setembro de 2012

É possível ser feliz sozinha!

Por onde começo???

ME PERDOEEEEEEEEEEEEEEEEEMMM!!! Sei que não posto nada aqui há "milianos" e provavelmente perdi "a mão"! Mas venho com uma excelente novidade!! É possível ser feliz sozinha! (momento em que a maioria das mulheres levantam uma sobrancelha e pensam "QUE? agora ela enlouqueceu").

Sei que parece meio estranho, pois nós mulheres estamos tão acostumadas a devotar nossos pensamentos em torno de situações ou pessoas (resumindo homens), que essa ideia (preciso me lembrar que agora é sem acento) de ser feliz sozinha parece realmente muito distante. Mas eu confirmo: SIM, É POSSÍVEL.


 
(pausa para se recuperar do choque)

Claro que tem todo um processo psicológico de amadurecimento e desprendimento envolvido, não é do dia para a noite que isso acontece, PORÉM, acontece!

Não sei se há uma receita para esse processo ocorrer, provavelmente não. Mas posso dividir como foi comigo. Bom, primeiro tomei a decisão de cortar da minha vida o que me fazia mal, (o safado cretino). Ai respirei fundo e tomei coragem para começar pequenas ações que resultariam no meu desejo de me afastar (terminar, cortar relações incluindo contatos diários ou esporádicos como sms, emails, msn e afins). O mais difícil é o apego sentimental. Parece que entramos em um ritmo a dois em que a posse domina, no mais puro pensamento "ele é meu e não quero abrir mão, mesmo que seja uma bosta", nosso inconsciente nos segura (estilo o my precious do senhor dos anéis). Porém com muita  determinação é possível ir esquecendo e voltando a viver com gosto. Na verdade quando temos o "Click" que não queremos mais sofrer, tudo fica claro, e de repente você só precisa tomar fôlego e dar o primeiro passo (preferencialmente na direção oposta do infeliz). Aí quando finalmente aquela fase de dúvidas, angústias e recaídas (atire a primeira pedra quem nunca teve uma) passa, ao olhar para trás percebemos que o que antes parecia um obstáculo muito grande para ser transposto, hoje parece um grão de areia. Chega a ser ridículo pois dá vontade de rir!! Chego a pensar: "e eu chorava por isso?".

Tirando todo o drama que fazemos, no meu caso dois fatores foram primordiais e serviram de base para que eu chegasse ao momento em que estou: "leituras obrigatórias" e uma nova atividade.

Leituras obrigatórias para todas as mulheres em recuperação (calma, parece frase do MADA mas não é rsrs)-  recuperação de si mesma.

Dois livros que ampliaram minha forma de enxergar um relacionamento:

Por que os homens amam as mulheres poderosas?

A autora simplesmente mostra que homens gostam de mulheres que gostam de si mesmas e não aceitam serem feitas de capacho, e são felizes sozinhas. Recomendo mil vezes... Quando a gente começa a ler pensa "Puta que pariu, agora ta explicado! Eu só fazia merda!" (continuo com meu vocabulário de fazer a Dercy revirar no caixão).
















Comporte-se como uma dama, pense como um homem.
 Esse é escrito por um comediante americano, que é bem realista e apresenta a mentalidade do homem como ela é. Vale a pena seguir algumas dicas - como a do prazo de carência para a cerejinha (sexo)...As vezes durante a leitura fico pensando "esse cara se acha o tal", mas dá para filtrar bastante coisa...



E uma nova atividade pode ser algo que você sempre quis fazer mas por inúmeras razões nunca fez. Pode ser uma arte marcial que você sempre tenha tido curiosidade em aprender, no meu caso o jiu jitsu me salvou (quando terminei com o traste mal conseguia dormir, e com o esforço do treino, chegava exausta e desmaiava na cama). Claro que para uma escolha tão masculina, tive que aprender a controlar minha aversão a suor alheio excessivo (acostuma juro), e a dizer adeus à unhas compridas e bem pintadas (o atrito da pegada acaba com o esmalte - virou piada no treino mas fazer o que, continuo a ser mulher e feminina né?), enfim, adoro e fiquei "viciada". Treino quase todos os dias da semana e quando não vou, a consciência reclama (tirando que sempre tem um colírio). Se você não é uma Fiona como eu, sugiro um curso de pintura, desenho, teatro, cinema etc (o importante é você finalmente devotar um tempo a si mesma e a algo que lhe traga prazer). Se ocupar é 40% de um resultado positivo. Quando a gente vê, ja conhecemos novas pessoas, histórias,experiências e fazemos novas amizades...

De repente, quando menos esperamos voltamos a ser quem éramos (ou mudamos e nos tornamos exatamente o tipo de mulher que sempre quisemos ser)...

Hoje eu digo, é uma delícia ser solteira. E não digo isso no estilo valesca popozuda de ser "Agora eu to solteira e ninguém vai me segurar!", digo com tranquilidade e paz (até pq não sou baladeira nem nota de um real para passar de mão em mão).

É uma delicia passar uma tarde de sábado com a família, ou lendo e ouvindo música (estou apaixonada pela Etta James não me canso nunca). Não penso mais com angústia em quando vou encontrar alguém, estou muito ocupada vivendo minha rotina, treinando, trabalhando e planejando meu futuro... As vezes saio para dançar com as amigas, vou ao cinema, vou a encontros (pq ninguém é de ferro), e está tudo muito bem. Parece que há uma mudança muito clara em meu comportamento.  Se antes entregava meu coração de bandeja para o primeiro que se mostrasse interessado, hoje as coisas são bem diferentes. Antes eu gritava aos quatro ventos "Quero namorar!", hoje ainda tenho a ideia de querer namorar, mas quero namorar alguém que me faça bem, que venha para agregar, que combine com a ideia de homem que desejo para minha vida, caso contrário "estou muito bem sozinha, obrigada!".

O primeiro passo é saber que o ditado "Antes só do que mal acompanhada" é verdadeiro, o segundo é começar a se colocar no centro de sua vida. Não tem preço fazer uma escolha por si mesma, e se colocar em primeiro lugar. Quando menos esperar lhe garanto, estará tranquila em casa em pleno sábado a noite lendo, apenas por que quer descansar (mesmo tendo outras opções e convites), afinal você além de ter escolha, sua vontade está em PRIMEIRO LUGAR.