sábado, 14 de agosto de 2010

Ah o amor...Vc dá chance para ele?




Há um tempo estava assistindo o canal GNT (ultimamente assistir tv tornou-se um milagre divino), e começou o programa da Oprah. Para quem nunca assistiu, ela é ótima. Gosto dos comentários dela e ela faz juz a sua fama. Bom, o programa iniciou com uma foto da Bela e do Edward- era do cartaz do último filme. Tá, teve a entrevista com os três personagens principais blá blá blá e ai apareceu uma reportagem feita com as "Twilight Moms", mães, fãs da saga. Bem vou direto ao assunto. Parece ridículo mulheres maduras, casadas e mães de família que no porão de suas casas possuem uma sala toda decorada com fotos dos personagens uma tevê imensa, todos os livros, dvds enfim, tudo (com direito a um Edward feito de papelão com altura real, utilizado para tirar fotos ao lado). Detalhe: Elas fazem sessões de cinema, pré-estréias com direito a roupa chique, fotos e filmagens em um tapete vermelho. Parece ridículo, mas não é. Uma das integrantes explicou a razão dessa fissura, ela foi bastante simples "Nos faz sentir o primeiro amor, como tínhamos esperança de viver um amor arrebatador assim. Hoje temos filhos, contas e marido, é um modo de reviver o sonho do amor". Não sei se sou muito sensível (bem provável) mas após essa declaração, a respeitei muito e até senti uma pontada de pena (sei que não é algo bom de sentir porém...).



O sonho do amor. Em outras palavras, pareceu-me que ela simplesmente declarou que é uma fuga da realidade... Por que a gente se contenta com algo que não é o que sonhamos? Por que vivemos uma vida que não nos faz feliz? Pq? Pq é tão fácil perguntar mas não responder?


Não sei quanto a vocês, mas sou fã dos livros da Stephenie Meyer. Sou fã do caráter do Edward e do abdomem do Jacob.rsrs Brincadeiras a parte, sei que existem pessoas que não gostam da história, mas eu gosto. Me atrai o amor intenso que Bella sente pelo Edward, tenho vontade de sentir isso (mesmo sendo surreal e inatingivel- será?) e tenho medo disso.


Estranho né? Ao mesmo tempo em que queremos muito algo, temos medo. Dá para entender vai, temos receio de ser dependentes demais, grudentas demais, entregues demais e caso não dê certo não ter um plano B (tirando os kgs extra, overdose de chocolate e potes de sorvete). Enfim, somos c*zonas mesmo! rs A gente fala aos 4 ventos que queremos um relacionamento, nos emocionamos ao vermos casais no shopping (tá eu me emociono), e de repente quando PODE acontecer, amarelamos.


Cada dia me surpreendo mais, conheço mulheres lindas, inteligentes e todas falam que não dão sorte no amor. Não dão sorte, ou não se dão a chance?


Vamos pensar juntas? Vc quer ser uma "Twilight Mom"?? Pois bem querida eu não! Eu quero ser a Bela da história, a que vive um amor arrebatador intenso e verdadeiro. Mas sei que para isso medos e traumas devem ser superados e por que não esquecidos?


As vezes o homem da sua vida pode surgir de um momento para o outro de forma inesperada e não virá montado em um cavalo branco (experiência própria o meu veio de chuteiras! rs), mas se você não estiver tranquila e aberta a possibilidades, ele pode passar "batido"... Não deixe isso acontecer, viva, arrisque se entregue sem medo. O máximo que vai acontecer é você colocar mais uma desilusão no currículo - o que também ensina. Deixe alguém provar que é merecedor do seu amor (sim hj em dia quem se interessa por vc, tem que provar que merece você e vc tem que SIM analisar antes de se entregar).

Resumindo: Sabe aquele cara que é interessado em você e em um primeiro momento não chamou sua atenção? Dá uma segunda olhada, analisa por um outro ângulo... Quem sabe não será ele o pai dos seus filhos, e o seu companheiro para a vida inteira?








Nenhum comentário:

Postar um comentário